quinta-feira, outubro 22, 2009

quinta-feira, outubro 15, 2009

escrito

Haverá um dia haverá
Em que as jornadas pelos
caminhos sinuosos
Onde me vejo rodeada de
amigáveis insectos
Terão um fim
Um fim sem fim

Uma nebulosa porta
I suppose
Um pressentimento

Talvez a tal luz fulgurante e sedutora
Talvez fantasmas ternurentos
Longas filas de anjos resplandescentes
Músicas inéditas

Talvez de vez em quando dê um salto
Até este mundo
Assombre a casa da minha infância
Onde fui feliz eternamente
Visite os sonhos dos que me não amaram
E dos que ainda me amam

Talvez aprenda a tocar nos ombros
Dos distraídos
Para que saibam
Que estou
Ali


mffgs